Janela 10/40?

A grande maioria das pessoas não alcançadas vive em uma área do mundo conhecida como Janela 10/40, termo usado para descrever a região do mundo que fica dentro de 10 e 40 graus de latitude, correspondendo à área da África Ocidental à Ásia Oriental. Como se pode ver no mapa acima, a linha de cima do retângulo inicia em Portugal vai até o Japão e a de baixo vai da Guiné até a ponta inferior da Índia, seguindo até as Filipinas. Esta é uma região importante para ampliar o universo cristão, pois muitas dessas pessoas não tiveram a oportunidade de ouvir o Evangelho.

O mundo não é salvo e não salvo, mas alcançado e não alcançado

As pessoas que estão na Janela 10/40 são consideradas as “não alcançadas”, no sentido de que não tiveram a oportunidade de ouvir o Evangelho. A questão central é o seu acesso ao Evangelho. Há pessoas nos Estados Unidos que não são evangelizadas porque não querem, mas poderiam se quisessem, pois têm acesso ao Evangelho. No entanto, no que se refere às pessoas que vivem na Janela 10/40, elas não sabem sobre Jesus, não foram alcançadas, nem tiveram acesso ao Evangelho.

Há mais de 3,6 bilhões de pessoas não alcançadas no mundo de hoje. Dessas, 88% vivem na região da Janela 10/40 ou estão próximas a ela. Somente 2,17% das pessoas não alcançadas vivem nas Américas do Norte e do Sul! “No que diz respeito aos grupos de pessoas não alcançadas, um número estimado 2,91 bilhões de indivíduos vivem em aproximadamente 5.626 grupos de pessoas não alcançadas que estão na região da Janela 10/40. Além disso, as 50 principais igrejas evangelizadoras estão todas na Janela 10/40! É urgente priorizar os esforços da Grande Comissão na Janela 10/40″[1].

Esta área do mundo não é alcançada por vários motivos. Entre eles, porque essas pessoas não vivem em um vácuo espiritual. As principais religiões do mundo (judaísmo, catolicismo, islamismo e hinduísmo) começaram nesta parte do mundo e estão firmemente enraizadas lá. Na Janela 10/40, há cerca de 724 milhões de muçulmanos, 787 milhões de hindus e 240 milhões de budistas. Outro fator é que muitos países da região são opressivos contra o cristianismo. Independentemente desses fatores, devemos nos lembrar do que Jesus declarou: “a colheita é abundante, mas os trabalhadores são poucos” (Mateus, 9.37). O motivo latente, porque esta parte do mundo ainda não é alcançada, é a falta de disposição cristã para evangelizar nesses lugares.

Estima-se que, atualmente, apenas 3,3% dos missionários estrangeiros estejam trabalhando com essas pessoas não alcançadas. Os outros 96% estão trabalhando em áreas não evangelizadas, mas não inéditas. De acordo com a Enciclopédia Mundial Cristã, de todo o dinheiro designado para “missões” nos EUA, apenas 5,4% é usado para missões estrangeiras. Desses 5,4%, apenas 1% é usado para levar o Evangelho àqueles que não têm acesso. Isso é cerca de um centavo de cada cem dólares dados às missões! O restante é destinado para reforçar a evangelização das pessoas alcançadas.


1 Disponível em: <http://www.thetravelingteam.org/articles/1040-window>. Acesso em: julho/2017

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*